No Morro do Alemão.

Tudo, ou quase tudo, tem nome; e morro tem nome, e pertence á alguém?

Sempre me pergunto quem é esse Alemão, e porque tem de serem os “gringos” a ser dono do que pertence ao Brasil?

È muita sacanagem, mas também pudera tudo o que não presta está aqui; graças a Deus toda essa porcaria é de alguém da Alemanha.

Bem, o que sabemos é que esse tal desse morro, fica no Rio de Janeiro sede central dos traficantes.

Os traficantes e policias guerrilham na disputa pelo poder, um pela passagem “livre” da droga e o outro se defende; bandido tem que morrer. Aí a guerra começa.

Quando o bandido não satisfeito vê seu adversário invadindo o seu pedaço o bicho pega, e pega feio, é bala para todos os lados.

Um atira impondo ordem, o outro quem manda aqui sou eu, esse morro é meu.

Policiais civis, aeronáutica, exército, marinha todos pelo poder e, botar os bandidos prá correr.

Mas não é que um policial que mal se ouviu falar dele, e , o coitado que nunca ouviu dessa palavra “sorte” é que comandou a maior façanha? Deu dois tiros como se dissesse hoje eu arregaço esse morro, mas que esse infeliz vai pros quinto do inferno, ah vai.

Quem é esse ordinário, prá invadir e não pagar imposto? E sair fazendo arruaceiro, escandalizando o meu barraco?

Vou chamar os trutas, logo agora que a copa vai ser no Brasil e eu tenho a chance de ser famoso ( a segurança pública) ,pensou.

O bandido envergonhado saiu em disparada, pernas prá que te quero. Só se restaram as sandálias do infeliz.

Logo adiante na divisa entre um morro e outro, que é o Morro da Carrocinha,  outro bandido foi pego, esse é o mas perigoso,  estava em semi aberto acusado de matar o jornalista TIM Lopes esse  foi exibido como troféu pelos policias e pela imprensa sensacionalistas que o   exibem como drogados pela falsa moralidade.

Bandido tem que morrer? Agora, a segurança pública funcionou, sim porque houve união, e em defesa dessa gente tão sofrida que vem de longe na esperança de tentar a sorte e bandido sufocando sua paz?

Hoje esses pobres nordestinos, negros, e tantos outros sem condições, como assim, são discriminados, invadem o morro para conseguir um buraco para sobreviver; conviviam com esses bandidos, sendo coagidos, se submetiam  aos caprichos deles,sendo muitas vezes pressionados a venderem drogas deixando seus filhos expostos as mazelas da vida ,hoje sorriem e aplaudem a segurança pública, que entenderam que pobre tem vez, e merecem serem felizes.

Enquanto a real paz reine de verdade, essa é realmente a verdadeira  justiça que reine, perante aos homens e de Deus, a misericórdia de todos os dias.

Mas afinal de quem é esse morro, e quem é esse Alemão?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: